Java é uma linguagem de programação orientada a objetos que domina o mercado de aplicações para celulares com mais de 2.5 bilhões de dispositivos compatíveis e, também, uma plataforma computacional existente desde 1995.

 

A primeira coisa que podemos dizer sobre Java é que a linguagem criou seu próprio caminho. Idealizada com o propósito de resolver alguns problemas de programação da década de 90, ela acabou sendo lançada para outros objetivos.

 

O motivo da criação da plataforma foi para ser usada em pequenos dispositivos, como TVs, videocassetes, aspiradores, liquidificadores e outros. Entretanto, seu lançamento aconteceu com foco na web (browsers) para rodar pequenas aplicações (applets) e hoje é motivo de amor e ódio por programadores de todos os cantos. Vem saber um pouquinho mais sobre a linguagem utilizada no jogo Minecraft.

 

o que é java

 

Como surgiu o Java

 

A linguagem Java foi criado pela antiga Sun Microsystems e mantida através de um comitê a partir da plataforma. Seu site principal era o java.sun.com e o java.com, site mais institucional voltado ao consumidor de produtos e usuários leigos, não para desenvolvedores. Com a compra da Sun pela Oracle em 2009, muitas URLs e nomes têm sido trocados para refletir a marca da Oracle. A página principal do Java agora pode ser acessada aqui.

 

Hoje conhecida como uma das linguagens mais famosas e usadas no mundo todo, programar em Java é considerado mais simples, pois não é preciso se preocupar tanto com detalhes baixo nível, como memória, processamento, ponteiros e lixo, por exemplo. O Java já provém um gerenciamento automático de memória e um coletor de lixo, que facilitam a vida do desenvolvedor, mas consomem mais processamento.

 

Quer conhecer toda a sua história? O vídeo em inglês a seguir explica de forma bem didática a evolução da linguagem.

 

 

O que significa ser uma linguagem orientada a objetos

 

Com o objetivo de trazer a programação para uma linguagem mais próxima do cotidiano, a orientação a objetos, conhecida como POO ou OOP em inglês é uma regra de análise. Nela, a programação dos sistemas entende todos os seus elementos como objetos.

 

Assim, o desenvolvedor modela o papel desempenhado por cada objeto e a interação entre eles. Em um sistema desenvolvido por um restaurante, por exemplo, existem objetos do tipo “Cliente” e objetos que simulam as ações que cada cliente pode realizar no local.

 

Onde se discute a linguagem

 

Com o tempo, diversos grupos foram criados no Brasil para discutir e espalhar os conhecimentos sobre a linguagem por aí. Um deles é o GUJ, maior comunidade virtual em língua portuguesa sobre Java, com mais de cem mil usuários e um milhão de mensagens em fórum, tutoriais e artigos que auxiliam nas dúvidas sobre a linguagem.

 

A linguagem Java possui muitas coleções de bibliotecas Open Source. A Apache e o Google foram grandes contribuidores para que estas bibliotecas se formassem. Além disso, existem frameworks como Springs, Struts e Maven que asseguram que o desenvolvimento em Java siga as melhores práticas dos fabricantes de software e dão suporte aos programadores Java no desempenho das suas tarefas.

 

O que é Java e como ele funciona

 

O Java utiliza do conceito de máquina virtual para funcionar. Nele existe, entre o sistema operacional e a aplicação, uma camada extra responsável por traduzir o que sua aplicação deseja fazer para as respectivas chamadas do sistema operacional onde ela está rodando no momento.

 

o que é java

 

Assim, a maneira com a qual você abre uma janela no Linux ou no Windows é a mesma: você ganha independência de sistema operacional e da plataforma em geral, não sendo necessário se preocupar com qual sistema operacional a aplicação está rodando, nem em que tipo de máquina e configurações.

 

A aplicação roda sem nenhum envolvimento com o sistema operacional, sempre conversando apenas com a Java Virtual Machine (JVM). Como tudo passa pela JVM, ela pode tirar métricas, decidir onde é melhor alocar a memória, entre outros. Se uma JVM termina abruptamente, só as aplicações que estavam rodando nela irão terminar: isso não afetará outras JVMs que estejam rodando no mesmo computador, nem afetará o sistema operacional.

 

Write once, run anywhere. Esse era o conceito que a Sun usava para o Java, já que não é preciso reescrever partes da aplicação toda vez que quiser mudar de sistema operacional.

 

Onde usar Java

 

O Java não foi feito para criar sistemas pequenos, mas para aplicações de médio e grande porte, com um time de desenvolvedores maior. Na maioria das vezes utilizar o Java será mais trabalhoso, mas a linguagem permitirá alterações mais fáceis e rápidas no sistema.

 

Sendo assim, use Java em aplicações que estão destinadas à se desenvolver, se tornarem maiores, com conexão a outros ambientes e sistemas operacionais heterogêneos.

 

Como usar o Java

 

Para começar a usar o Java, acesse o site em português do Java aqui e baixe o programa, que virá com as seguintes aplicações:

 

JRE: Java Runtime Environment, ambiente de execução Java, formado pela JVM e bibliotecas, com tudo que você precisa para executar uma aplicação Java.

 

JDK: Java Development Kit formado pela JRE somado a ferramentas, como o compilador.

 

Quer saber as bases de web back-end para começar a explorar o mundo da programação? Vem mergulhar nesse aprendizado com o imersivo da Mastertech! É só clicar aqui para conhecer mais e garantir sua inscrição. 😉

 

 

O que é Java e o que posso fazer com isso?
4.4 (88.57%) - 7 votos
Você pode também gostar