<html>

 

<body>

 

Uma linguagem simples de aprender e que permite a criação e modificação de sites por toda a web, esta é a definição mais justa do HTML. O Hypertext Markup Language é uma linguagem de marcação de hipertexto. Isso significa que o HTML não cria elementos complexos, mas diz onde eles estão e como devem aparecer, por meio de sua linguagem de programação.

 

A partir dele é possível designar onde estará o título de sua página, como serão organizados os elementos e imagens nela, onde estarão os hiperlinks, como eles serão abertos, definir formatação e cores de textos ou caixas de conteúdo, entre outros.

 

Criada por Tim Barners Lee na década de 1990. As especificações da linguagem são controladas pela W3C (World Wide Web Consortium). É o HTML que permite a diversidade de formatação das páginas da web. Mesmo que todos os mesmos elementos sejam utilizados de uma página para outra, tudo pode ser modificado a partir desta linguagem.

 

Para ver um exemplo de HTML neste exato momento, clique em qualquer lugar desta página com o botão direito e selecione a opção “Exibir código fonte da página”. Assim já será possível ter uma base de como esta página de nosso blog foi escrita, e de como são as estruturas da linguagem em HTML.

 

<h2> <b> Como escrever em HTML </b> </h2>

 

Como você pode perceber ao acessar o código fonte da página, toda a linguagem em HTML é escrita em tags, essas palavrinhas ou números entre colchetes. Estas tags são marcadores que comunicam ao browser como aquele arquivo deve ser lido. Todas as tags possuem o mesmo formato: abrem com um sinal de menor “<” e fecham com um de maior “>”.

 

A premissa básica para trabalhar com HTML é lembrar que toda tag que for aberta (<b>) deve ser fechada (</b>) em algum ponto do código. Se isto não for feito, falhas irão aparecer no resultado de seu código ao abrir o navegador. A exceção para esta regra está nas tags de comandos isolados, como a utilizada para pular uma linha <br />

 

As tags começam a ficar mais interessantes a partir dos atributos adicionados à elas, ou seja, modificações no layout como cores, fonte, tamanho de texto, links, entre outros. Atualmente, com o HTML 5, esses atributos já conseguem rodar vídeos e músicas, por exemplo.

 

<h2> <b> Editores em HTML </b> </h2>

 

Existem dois tipos de editores de HTML no mercado: os que permitem escrever os códigos inserindo automaticamente as tags, e os que oferecem um ambiente visual que vai mostrando em paralelo o resultado das suas ações, como o Adobe Dreamweaver e o Microsoft FrontPage.

 

Quer começar logo a editar em HTML para criar seus próprios websites? Em um fim de semana você pode ter seu site e aplicativo criado conhecendo as bases desta linguagem. Vem conferir as próximas datas para Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo.

 

aprenda-a-programar-em-um-fds

 

</body>

 

</html>

 

O que é HTML: definindo de forma simples a linguagem da web
Avalie esse post
Você pode também gostar