Life is Good

— portanto, não a desperdicem nas coisas erradas —

A LG é uma multinacional sul-coreana especializada em eletrônicos.

A empresa nasceu como uma fábrica de componentes plásticos, ainda na década de 50, e gradualmente foi adaptando seu modelo de negócios para o espírito daquela época, onde o mundo experimentava o boom dos eletrodomésticos.

Essas adaptações eram naturais e esperadas e também faziam sentido do ponto de vista de sinergias produtivas, pois a empresa já tinha uma natureza fabril que permitia abreviar a entradas nesses novos mercados.

Com o passar das décadas, o salto para os eletrônicos foi natural, assim como a entrada no mercado de smartphones, onde a LG teve certo destaque, mas nunca o suficiente para competir de frente com Apple e Samsung.

A LG sempre foi mais hardware (onde é muito competente) do que software — e aqui está o ponto central.

Se antes o jogo se ganhava na linha de montagem, hoje isso não basta, sobretudo pela ascensão da China e da Índia no mercado de manufatura (e a consequente automação dessas fábricas), o que barateou o processo de base, permitindo que as empresas de tecnologia terceirizassem essa parte da produção a custos muito baixos.

Agora a concorrência se move para outras frentes, como micro-chips, baterias e, principalmente, software e suas derivações artificiais, mas esse é um jogo para o qual a LG não tem capacidade regenerativa que permita se manter competitiva — tanto que está há quatro anos com prejuízo nessa linha de produtos.

Pra ser grande e dominante em software é preciso ter base de aprendizagem (usuários), o que permite criar um ciclo evolutivo das soluções, baseado no processamento dos dados obtidos nos feedbacks dessas interações.

Essa dinâmica faz os produtos melhorarem com mais velocidade, o que acelera o crescimento dessas empresas, reforçando as suas posições de dominância — É o ciclo da escala

A LG sacou isso e tirou seu time de campo, devendo se concentrar naquilo que sempre fez bem — componentes eletrônicos.

O movimento dos sul-coreanos é ainda mais importante quando avaliamos o cenário macro-econômico:

— a consolidação dos dispositivos de IoT (internet das coisas), cada vez mais frequentes na vida cotidiana, através da interoperabilidade autônoma de equipamentos e sensores que trocam informações entre si;

— a ascensão dos dispositivos para “casas inteligentes (smart-homes)”;

— a eminência do 5G, o que vai permitir que essas transações sejam processadas em maior velocidade, abrindo espaço para a criação de uma nova leva de conveniências.

— e, o mais notório de todos, a revolução dos carros elétricos.

A LG sabe que nunca vai conseguir “bater de frente” com as grandes empresas de software, mas também entendeu uma outra coisa — esse novo mundo, que é conveniente, conectado, artificial e autônomo, vai depender de uma sofisticada cadeia de componentes eletrônicos para se manter escalável.

Basta ver o que está acontecendo exatamente agora, com o chamado “armageddon dos chips”, onde empresas dos mais variados negócios estão limitadas em sua capacidade produtiva pois as fábricas que produzem microprocessadores não estão conseguindo atender uma demanda que se tornou exponencial.

A LG entendeu esse novo jogo e está se reposicionando.

Faz todo sentido, mas nem sempre é claro o momento de recuar, assumir uma perda e concentrar energias em frentes mais promissoras.

Não é fácil nos negócios, tampouco na vida pessoal.

A propósito, e você, nos seus projetos e na sua carreira?

Algum movimento parecido de reposicionamento?

Como diz o slogan da LG — Life is Good (a vida é boa), portanto, não a desperdicem nas coisas erradas.

A reportagem que motivou essa reflexão está aquiLG is quitting the smartphone businessLG is exiting the smartphone business, the company confirmed today. The decision will “enable the company to focus…www.theverge.com

∎∎∎

Este texto foi originalmente publicado no dia 06/04/2021 no M/Daily, nossa newsletter via WhatsApp, onde você recebe materiais e curadorias sobre metodologias ágeis, negócios e transformação digital. Acesse no link abaixo.

https://materiais.mastertech.com.br/mdaily-20202

Deixe uma resposta