Já deu para perceber que 2019 será um ano importante para a luta social. A mobilização de organizações, comunidades e pessoas já começou e “fazer uma diferença positiva no mundo” talvez esteja no seu auge de importância.

 

A maioria dos empresários espera fazer uma diferença positiva no mundo. Em graus variados, muitos deles fazem. No entanto, o impulso para construir uma empresa que tenha um impacto social direto gera uma responsabilidade maior.

 

A economia global atingiu um ponto de inflexão, onde os mercados emergentes estão agora no centro das atenções, com todos os negócios tendo o potencial de impactar seriamente a sociedade. Isso vai além de organizações de caridade, incluindo empresas de todos os tamanhos em serviços bancários, comunicações móveis, utilitários e muito mais.

 

O que define um negócio de impacto social?

 

Quando pensamos em startups que incorporam o objetivo de impacto social, pensamos em negócios que estão sempre fazendo a coisa certa. Tanto para sua equipe como para sua comunidade, para seus clientes e para o meio ambiente.

 

Mais importante ainda, as decisões que essas empresas tomam naturalmente consideram seu impacto social. Elas não fingem que está tudo bem seguir pelo caminho mais fácil e não é uma estratégia de moda passageira: é fundamental para o modelo de negócios. Fazer o bem social não é fazer algo apenas para chamar atenção.

 

O empreendedorismo social tem uma definição muito ampla que pode incluir organizações sem fins lucrativos, que dependem quase exclusivamente de doações e doações, e até empresas com fins lucrativos como a Tesla, que colocam seus produtos de energia limpa em primeiro plano.

 

Uma empresa social é um tipo de negócio em que a linha de fundo e as métricas de sucesso são medidas em mais do que apenas lucros. Em vez disso, as empresas sociais normalmente medem o sucesso com base em uma linha de base tripla:

 

Pessoas

 

O impacto social do seu negócio e sua capacidade de mudar vidas e desenvolver uma comunidade de maneira sustentável.

 

Planeta

 

Seu impacto ambiental, como você contribui para um planeta sustentável, reduz a pegada de carbono (emissões de CO2) de seus negócios e clientes, por exemplo.

 

Lucro

 

Como as empresas tradicionais, negócios de impacto também precisam ganhar dinheiro para se sustentar, pagar os trabalhadores e crescer como uma empresa.

 

Empreendedorismo social é sobre o aproveitamento do comércio por uma causa. Por esta razão, um dos desafios para o sucesso no empreendedorismo social é que é fácil medir o lucro (você ganhou dinheiro ou não ganhou dinheiro?), mas não é tão fácil medir seu impacto nas pessoas ou no planeta. Comunicar isso aos outros é ainda mais complicado.

 

Por onde começar?

 

Seja através dos serviços que prestam, de suas práticas de emprego ou de outras atividades, já deu para notar que as empresas de hoje têm impacto na sociedade. Aqui estão alguns exemplos de como vários tipos de empresas promovem mudanças sociais no trabalho que fazem para você se inspirar.

 

Organizações sem fins lucrativos tradicionais

 

Por sua própria definição, organizações sem fins lucrativos existem para fornecer um serviço sem obter lucro. Qualquer dinheiro que essas organizações façam deve ser reinvestido no custo de promover sua missão.

 

Um exemplo de empreendimento social sem fins lucrativos é a SOS Mata Atlântica, ONG que investe na disseminação do conhecimento, educação e conscientização para preservação do meio ambiente. Tem como principal propósito a preservação da floresta, com diversos projetos pelo Brasil e uma rede de afiliados de mais de 300 mil pessoas.

 

B-Corps

 

Nos últimos anos, uma nova opção se tornou disponível para empresas com fins lucrativos que promovem mudanças sociais. A classificação B-Corp é dada a empresas que atendem a uma lista de requisitos, incluindo a transparência no trabalho socialmente consciente que realizam.

 

A Ben & Jerry’s não está apenas na lista dos negócios da B-Corp, mas também se orgulha de ser pioneira em empresas que têm uma missão social igual ao desenvolvimento de seus produtos e esforços econômicos. Além da sustentabilidade, a fabricante de sorvetes se esforça para criar mudanças sociais apoiando iniciativas que ajudem a eliminar as injustiças. Isso se soma às atividades que a empresa organiza em coordenação com seus funcionários.

 

Mission-First

 

Ao contrário da maioria das empresas, as empresas que atuam primeiro na missão são orientadas em torno de uma missão socialmente impactante, mas operam como uma empresa com fins lucrativos.

 

Embora gerem receita, a ênfase está sempre em fazer mudanças. Nesse modelo, o crescimento é um meio de causar um impacto maior. A capacidade de entrelaçar lucro com impacto ajuda essas empresas a crescer, inovar e assumir riscos, que são componentes de empresas bem-sucedidas em geral.

 

O LeadGenius é um exemplo de um negócio de missão inicial, com sua plataforma combinando inteligência artificial com recursos humanos para dar suporte a equipes de vendas e marketing business-to-business.

 

A empresa possui equipes de pesquisadores qualificados operando em 41 países. A missão da LeadGenius é fornecer trabalho digital de comércio justo a indivíduos qualificados em todo o mundo. A LeadGenius lidera o movimento para definir as melhores práticas de trabalho justo na economia digital.

 

Empresas socialmente responsáveis

 

As empresas socialmente responsáveis ​​podem não causar impacto social como primeiro objetivo, mas percebem os muitos benefícios de ter uma mentalidade comunitária. Ao operar com consciência, elas mostram sua preocupação com o meio ambiente, bem como com a saúde da comunidade onde estão localizadas.

 

A Natura é um exemplo de empresa que enfatiza a importância da responsabilidade social como um complemento ao trabalho que realiza. Como resultado, a empresa define o tom como uma organização ambientalmente consciente que se preocupa com seus clientes e com o futuro do planeta como um todo.

Grandes doadores

 

Em vez de enviar uma mensagem social, as grandes corporações podem optar por colocar seu esforço por trás das contribuições financeiras. Muitas grandes empresas fazem das instituições de caridade parte de suas atividades anuais, tanto pelo impacto positivo que produzem quanto pela dedução de impostos que recebem por isso.

 

A Salesforce adotou uma filosofia 1-1-1, na qual a empresa doa 1% de seus lucros, 1% de seus produtos e 1% do tempo dos funcionários para várias causas de caridade que apóia. Considerando que o Salesforce tem um valor de mercado de US $ 73 bilhões, a matemática demonstra que essa doação faz uma grande diferença no mundo. A corporação concentra seus próprios esforços na educação, com subsídios que vão diretamente para as comunidades onde seus funcionários vivem e trabalham.

 

Iniciativas de impacto social também estão evoluindo à medida que as organizações percebem que não precisam escolher apenas uma maneira de se engajar em atividades voltadas para a comunidade.

 

Nosso mundo conectado trouxe uma nova era de conscientização, onde podemos encontrar problemas para resolver e para melhorar em nossa rua ou em todo o mundo, se quisermos. Um exemplo disso é o projeto INCARE – Incluir Capacitando Refugiados, da Enactus em parceria com a Mastertech. Criado em novembro de 2016 pela Enactus CEFET/RJ, ele tem o objetivo de melhorar a qualidade de vida dos refugiados no Rio de Janeiro.

 

Isso é feito a partir da qualificação de suas habilidades profissionais em áreas do mercado com perspectiva de crescimento, provendo maiores oportunidades de reinserção no mercado de trabalho qualificado, e assim, uma inclusão socioeconômica de fato.

Pessoas de todo canto estão tomando a decisão de fazer a mudança da maneira que podem, seja por estarem mais conscientes do que compram como consumidores, ou por estarem construindo um motor para o bem social e ambiental. Seus olhos brilharam com a possibilidade de fazer parte disso? Vem entender como criar negócios de impacto na live online e gratuita que você acessa aqui!

 

Em 2019, precisamos de mais negócios de impacto
Avalie esse post
Você pode também gostar