Product Market Fit é um conceito comum no mundo das startups. Embora seja amplamente aplicado em conversas em torno de novas empresas de alto crescimento, parece que ainda não pegou no resto do mundo dos negócios.

 

Esse conceito merece ser mais amplamente entendido, porque é um modelo mental útil para a interação entre um negócio, seus produtos e seus clientes. Aprender sobre a adequação do produto ao mercado ajudará você a enxergar o mundo de maneira diferente e a inspirar novas maneiras de criar valor para seus clientes e o crescimento de seus negócios.

 

O que é o Product Market Fit?

 

Como esse é um conceito novo, há algumas definições sobrepostas de ajuste de mercado do produto. Primeiramente, significa estar em um bom mercado com um produto que pode satisfazer esse mercado.

 

Esta é uma definição bastante vaga, mas é um começo. Você sempre pode sentir quando o ajuste do produto ao mercado não está acontecendo. Os clientes não estão obtendo valor do produto, o boca-a-boca não está se espalhando, o uso não está crescendo tão rápido, as críticas são poucas e negativas, o ciclo de vendas leva muito tempo e poucas transações acontecem.

 

Da mesma forma, você sempre pode sentir quando ajuste do produto ao mercado acontece. Os clientes estão comprando o produto tão rápido quanto você pode produzi-lo ou o uso está crescendo tão rápido quanto você pode adicionar mais serviços. O dinheiro dos clientes está se acumulando na conta corrente da sua empresa. Você está contratando equipes de vendas e de suporte ao cliente. As mídias começam a se voltar para você porque ouviram falar sobre sua novidade e querem conversar sobre isso.

 

Quando seus clientes espalham seu produto

 

Você sabe quando está no lugar certo quando seus clientes espalham seu produto por você. Quando as pessoas entendem e usam seu produto o suficiente para reconhecer o valor já é uma grande vitória. Mas quando eles começam a compartilhar sua experiência positiva com os outros, então você tem o mercado do produto em suas mãos.

 

Como alcançar o product market fit?

 

Não existe uma só solução para tudo isso. Se isso fosse verdade, todas as startups acabariam se tornando bem sucedidas. Lembre-se, o encaixe de mercado sempre vem do problema que você está tentando resolver e quão significativo é esse problema para o seu público-alvo. Se as pessoas não se importam tanto com esse problema, o que significa que não é grande coisa para elas, então você está perdendo a primeira parte de toda essa ideologia.

 

Agora que você está muito confiante de que o problema que você está tentando resolver é realmente grande, você precisa se concentrar em como o seu produto está resolvendo esse problema. Se você passar com sucesso nesses dois testes, seus clientes se tornarão verdadeiros fãs de seu produto.

 

A seguir está uma estrutura de seis etapas, que permite que você passe pelo processo correto de medir o ajuste do produto ao mercado:

 

1. Identifique seu público-alvo

 

O público-alvo é a pessoa que decide se usa seu produto ou não. Portanto, faz sentido fazer pesquisa de mercado e, mais especificamente, segmentação de mercado para definir seu cliente. Segmentação é sobre dividir o mercado em segmentos que são semelhantes em necessidades e comportamento.

 

A segmentação de mercado ajudará você a definir suas personas e a descrevê-las para sua equipe de produtos para que todos entendam quem você está criando o produto. Para identificar seu cliente-alvo, você precisa começar com uma pesquisa de alto nível, refinar e restringir suas escolhas até encontrar a persona final do comprador.

 

2. Compreenda as necessidades do cliente

 

Neste estágio, sua tarefa é determinar as necessidades mais significativas dos clientes em potencial. É importante encontrar necessidades específicas que possam criar uma excelente oportunidade de mercado. Em outras palavras, as necessidades precisam ser bastante atraentes e vitais para esses clientes.

 

3. Saiba o que você oferece como uma proposta de valor

 

A proposta de valor é principalmente sobre como você vai enfrentar a concorrência. O mercado pode estar cheio de fabricantes de produtos similares. Portanto, você deve pensar em algo inovador para conquistar o coração das pessoas e superar seus concorrentes.

 

Ao mapear o processo do seu produto, inclua novos recursos, novas ideias e outras coisas que possam entusiasmar os compradores. Essa será sua proposta de valor.

 

4. Especifique seu conjunto de recursos de produto mínimo viável

 

O que quer que você esteja fazendo, é uma obrigação começar de algum lugar. Você pode pensar em evoluir mais tarde. Até lá, certifique-se de ter uma lista completa das coisas que você quer que seu MVP tenha. Por exemplo, se o usuário tiver que criar uma conta com seu produto, ele também poderá excluí-la em algum momento.

 

Certos recursos tornam seu produto um produto viável. Mas, por favor, não se deixe levar pelos recursos. Inclua apenas os mais importantes. Você terá a chance de melhorar o produto mais tarde.

 

5. Crie seu protótipo de produto mínimo viável

 

Esta dica é simples: não codifique até ter o protótipo à mão. Existem centenas de ferramentas de prototipagem por aí, como Sketch, InVision, etc. Use qualquer um desses para prototipar seu produto e, em seguida, comece a testá-lo.

 

Mostre aos seus usuários em potencial, pedindo opiniões e feedback, observando o comportamento deles. A maioria das ferramentas de prototipagem fornece fidelidade e interatividade suficientes para obter feedback crítico dos clientes.

 

6. Teste o protótipo de MVP com clientes em potencial

 

Assim que você tiver o protótipo do MVP, é hora de receber comentários vindos do público-alvo. Não recorra aos seus amigos ou familiares, a menos que sejam seus clientes em potencial. Porque, ao fazer isso, você está correndo o risco de receber o tipo errado de feedback.

 

Em vez disso, conceda acesso gratuito ao seu protótipo de design para qualquer pessoa que deseje testá-lo, como possíveis usuários, pessoas que podem acabar comprando o produto mais tarde quando ele estiver pronto.

 

Durante qualquer tipo de interação com o usuário em potencial, certifique-se de observar o que eles dizem ou fazem ao usar o protótipo. Faça perguntas para esclarecer as coisas para você, tente se aprofundar para obter mais insights. Evite fazer perguntas fechadas que envolvam respostas de Sim ou Não. Em vez disso, incentive a participação, o brainstorming, a geração de ideias. Ouça seus testadores, identifique padrões de comentários semelhantes e, em seguida, encontre maneiras de melhorar o produto.

 

Este processo de seis etapas vai garantir muita consistência e clareza a todo o ciclo de construção e teste do MVP. Com cada novo feedback do cliente, você vai encontrar novos padrões e ver a imagem com mais clareza.

 

Para uma startup, atender a algumas métricas não é suficiente para conquistar o mercado. Seu produto deve ter um alto grau de ajuste ao mercado. Portanto, é importante entender se você está apenas resolvendo um problema ou se está eliminando uma carga enorme dos ombros dos usuários.

 

As pessoas já pagam por muitas coisas hoje em dia. Seu produto deve ser uma mudança de vida e deve entusiasmar as pessoas. Quer ter entender melhor sobre isso em mente sempre que construir o seu próximo produto? Nós criamos uma live onine e gratuita sobre Product Market Fit. Vem conferir aqui!

 

Product Market Fit: o que é e como chegar lá?
Avalie esse post
Você pode também gostar