Muitas pessoas acreditam que Search Engine Optimization (SEO) é difícil, mas isso não é de todo verdade. As configurações básicas de SEO para otimização de páginas digitais são muito fáceis de implementar e, às vezes, isso é tudo o que você precisa fazer para obter uma boa exposição em todos os principais mecanismos de pesquisa.

 

Desde melhorar componentes de suas páginas até se inscrever em poderosas plataformas de análise, os iniciantes podem facilmente usar as mesmas técnicas e ferramentas que os especialistas em SEO. Por isso, aqui estão oito dicas de SEO vitais que todos precisam usar para dar um salto nas buscas.

 

1. Otimize seus títulos, URL e descrições

 

Esta é provavelmente a dica mais antiga da indústria de SEO, mas ainda é a mais importante. Dê uma olhada nos seus títulos, URLs e descrições de páginas e faça as seguintes perguntas:

 

  • Esse título é descritivo?
  • Ele é cativante e amigável para o usuário?
  • Ele dá uma boa ideia do que se trata a página antes de clicar?

 

Para que essas respostas sejam positivas, você precisa apresentar um título único e significativo, uma descrição cativante e um URL bem formatado.

 

Examine o seu site usando esta maneira de pensar e veja se há espaço para melhorias em seus títulos e descrições. Esta é sua primeira prioridade e um ótimo primeiro passo para obter melhores classificações.

 

2. Forneça conteúdo útil e novo

 

O frescor do conteúdo é importante para SEO. Uma das razões pelas quais você tem um site ou blog é fornecer conteúdo para construir um público, manter seus leitores atuais satisfeitos ou conquistar novos clientes.

 

Por conteúdo queremos dizer qualquer coisa: desde artigos, vídeos, infográficos, apresentações de slides, músicas, comentários, críticas ou qualquer outra coisa que seja adequada ao seu nicho.

 

Se o seu conteúdo é estático, antigo ou desatualizado, muito provavelmente seus visitantes irão embora rapidamente e nunca mais voltarão. Qual é a sua primeira reação quando você visita um site com conteúdo desatualizado? É exatamente a mesmo que os usuários que visitam seu website terão.

 

Há uma grande concorrência em cada palavra-chave que você pesquisa e os sites que têm conteúdo mais útil e atualizado, têm mais chances de vencer a corrida. Isso significa que você precisa postar novos conteúdos diariamente? Não necessariamente. Sua estratégia de publicação também depende de diversos outros fatores. O importante é dar atenção constante a ela.

 

3. Melhore o tempo de carregamento do seu website

 

Velocidade da página é um fator fundamental de classificação. Você deve fazer o que for necessário para melhorar o tempo de carregamento do seu site.

 

Se você tiver dois sites semelhantes em termos de conteúdo, mas um for mais rápido do que o outro, você pode esperar que esse também apareça primeiro nas buscas. Sites mais rápidos geram mais conversões. Isso significa mais vendas, mais assinantes e mais cliques em seus anúncios.

 

Se você não puder contratar um profissional especializado para fazer seu site carregar mais rápido, o que você pode fazer é o seguinte:

 

  • Remover imagens grandes
  • Remover arquivos JavaScript desnecessários
  • Mover para um provedor de hospedagem mais rápido

 

4. Certifique-se de que o seu site é compatível com dispositivos móveis

 

Existem muitas razões pelas quais o seu site deve ser compatível com dispositivos móveis. Em primeiro lugar, o fato de que a maioria dos usuários é proveniente de dispositivos móveis. Se você consultar seus relatórios do Google Analytics, você perceberá que mais de 70% do tráfego é proveniente de dispositivos móveis.

 

Isso significa que, se seu site não estiver otimizado para visualização nessas plataformas, essas pessoas provavelmente estão deixando seu website antes mesmo de navegar.

 

Em segundo lugar, o Google introduziu recentemente um “mobile-first index”, usado para indexar sites para celular. Gradualmente, este índice móvel servirá para todos os usuários móveis. Se o seu site não for compatível com esses dispositivos, ele não fará parte do índice, o que significa uma enorme queda no tráfego.

 

Por isso, não deixe de passar por essas três etapas simples:

 

  1. Teste seu website com o Teste de compatibilidade com dispositivos móveis do Google e tente implementar as recomendações para tornar seu website otimizado para celular.

 

  1. Certifique-se de que o conteúdo exibido para usuários de dispositivos móveis seja o mesmo (ou muito próximo) do conteúdo que você tem no site do seu computador. Isso inclui conteúdo, imagens e links. Se você já tem um site responsivo, isso não deve ser um problema.

 

  1. Teste seu website com o teste de velocidade do Google para celular. Meça quanto tempo leva para carregar suas páginas em conexões móveis normais (3G) e tome todas as ações necessárias para melhorar a velocidade o máximo possível.

 

5. Registre seu site com as ferramentas para webmasters do Google

 

Não ter seu site registrado com ferramentas para webmasters é como dirigir com os olhos fechados. Algumas pessoas acreditam que, ao não registrar seu website no Google, você pode “ocultar” itens deles, passar despercebido e chegar ao topo dos resultados da pesquisa.

 

Este não é um jogo de ‘esconde-esconde’, bons rankings de longo prazo só podem ser alcançados se você seguir métodos e técnicas válidas. O Google já sabe tudo o que precisa saber sobre o seu site, com ou sem enviá-lo para as ferramentas do Google para webmasters.

 

Depois de passar pelo processo de registro e realizar algumas configurações básicas, você será notificado se houver um problema com seu website e também começará a analisar alguns fatos interessantes sobre o seu site, como:

 

  • Número de páginas de índice
  • Número de links recebidos
  • Consultas de pesquisa
  • Erros de rastreamento
  • Número de links internos

 

Para fazer esse registro, você precisa:

 

  1. Acessar o Google Webmasters e se registrar com sua conta do Google (Gmail)
  2. Adicionar e verificar seu site.
  3. Enviar um sitemap XML. Você pode ler este tutorial do Google sobre como enviar seu sitemap.

 

Essas etapas são feitas apenas uma vez. Depois de adicionar seu site, você poderá continuar com o restante da configuração e visualizar seus relatórios.

 

6. Criar backlinks externos

 

Seus links externos são um grande fator para determinar se suas páginas serão classificadas na primeira página do Google ou ocultas nos resultados de pesquisa de seus concorrentes. As páginas mais conectadas por sites externos provavelmente serão vistas pelos mecanismos de pesquisa como as mais relevantes e importantes.

 

Seu site deve ganhar os links de sites que são respeitados e têm alta autoridade em seu campo ou nicho. Se sites com spam estiverem vinculando seu conteúdo, você não verá melhorias. Os mecanismos de pesquisa veem os links como votos de confiança e você quer o melhor dos melhores mostrando você como uma fonte confiável.

 

Quando se trata de ganhar backlinks, você não pode apenas sentar e esperar que os outros o notem. Seja proativo envolvendo-se nas mídias sociais e chegando aos influenciadores com boas propostas para que seus links sejam citados em outros lugares.

 

7. Adicionar backlinks internos

 

Criar links não se trata apenas de recursos externos. Você também precisa vincular links em seu próprio site. Por exemplo, crie um link para outros artigos de blog que você criou para dar ao leitor mais recursos para verificar outros tópicos relevantes.

 

A melhor maneira de impulsionar o seu SEO através de links internos é adotando o modelo de cluster de tópicos. Esse modelo consiste em três elementos principais:

 

  1. Conteúdo do pilar – São chamados de páginas de pilares. Elas cobrem um tópico geral de maneira abrangente.

 

  1. Cluster de conteúdo – Este conteúdo centra subtópicos que se enquadram no tópico geral que está sendo coberto na página de pilar.

 

  1. Hiperlinks – Eles unem o conteúdo do cluster ao conteúdo de pilar. Eles guiam os leitores para outros conteúdos relacionados ao tópico sobre o qual eles estão lendo e informam aos mecanismos de pesquisa que a página-pilar e o conteúdo do cluster têm um relacionamento semântico.

 

8. Avaliar o desempenho do SEO

 

Se sua estratégia de marketing se concentra em SEO on-page ou marketing de mídia social, uma plataforma de análise de SEO é obrigatória para acompanhar o desempenho e os resultados da sua estratégia.

 

Uma plataforma gratuita e abrangente de análise de SEO que até os iniciantes podem usar é o Google Analytics. Essa ferramenta divide os recursos em categorias como comportamento e aquisição para entender de onde vem seu tráfego, a quantidade de tráfego que você está recebendo e quais de suas páginas são as mais populares.

 

Por exemplo, em Aquisição, você pode visualizar o número de visitas de fontes orgânicas, como páginas de resultados de mecanismos de pesquisa, redes de mídia social ou outras fontes.

 

À medida que você explora todos os recursos que as plataformas de análise de SEO têm a oferecer, você pode monitorar as principais tendências nas visitas ao tráfego. Além disso, você pode identificar quais páginas geram mais tráfego para que você possa refinar sua estratégia de marketing de entrada e se concentrar nas suas páginas de maior tráfego.

 

Não sabe por onde começar e quer uma lista de tarefas completa para o seu SEO? Se inscreve aqui para assistir nossa live online gratuita descrevendo sua checklist de SEO!

 

8 dicas de SEO vitais para otimizar seu marketing digital
Avalie esse post
Você pode também gostar