Design Thinking não é um conceito novo, ele existe há décadas. As empresas existentes precisam melhorar suas proposições de valor atuais e criar proativamente novas propostas. Neste artigo, exploramos sete razões pelas quais sua equipe deve adotar o Design Thinking para ajudá-lo a obter melhores soluções e mais competitivas.

 

O que é o Design Thinking?

 

Design Thinking é uma metodologia usada por designers para resolver problemas complexos e encontrar soluções desejáveis ​​para os clientes. Uma mentalidade de design não é focada no problema, é focada na solução e a ação orientada para a criação de um futuro preferido.

 

Em sua forma mais simples, o Design Thinking é um processo de criação de ideias novas e inovadoras e de solução de problemas. Não se limita a uma indústria específica ou área de especialização.

 

O design thinking pode ser descrito como uma disciplina que usa a sensibilidade e os métodos do designer para atender às necessidades das pessoas com o que é tecnologicamente viável. Uma estratégia de negócios viável pode converter em valor para o cliente e oportunidades de mercado.

 

Por que se preocupar em abraçar o Design Thinking agora?

 

Vocês é uma pessoa extremamente ocupada, com uma agenda diária lotada e sob pressão significativa para entregar. Isto torna ainda mais essencial olhar para o futuro que já está batendo na porta há algum tempo e abraçar as oportunidades que podem surgir através do Design Thinking. Alguns dos motivos para isso são:

 

1. Aumentar a receita

 

Segundo a The Economist Intelligence Unit, as empresas que priorizam investimento em experiência do cliente (UX) apresentam melhor crescimento de receita e são mais lucrativas do que empresas onde o UX não é prioridade. Voltar seus olhos para o usuário é o melhor caminho para uma lucratividade saudável.

 

2. Vencer seus concorrentes

 

Sua competição já pode estar fazendo trabalho neste espaço. Você precisa inovar para superar a concorrência. Nós todos sabemos o que aconteceu com a Kodak, Nokia e Blockbuster. Inovação só vem quando mudamos nossa forma de encarar as coisas.

 

3. Priorizar os clientes

 

Sua equipe de liderança precisa se aproximar de seus clientes. Não estamos falando de métricas de vaidade, como o Net Promoter Score, mas realmente entendendo o cliente em detalhes. Design Thinking faz do cliente o principal foco de design para qualquer solução, em vez de ficar obcecado com os recursos.

 

4. Entender suas jornadas

 

Compreender a jornada do cliente é aprender o que os clientes experimentam a partir do momento em que começam a considerar uma compra e depois trabalhar para tornar a jornada rumo à compra de um produto ou serviço o mais simples, clara e eficiente possível. Muitos executivos nem sabem os muitos pontos problemáticos que seus clientes experimentam no dia a dia.

 

5. Acelerar ciclos de inovação

 

Não acelerar os ciclos de inovação e não trabalhar de forma mais centrada no cliente pode significar que você simplesmente fica para trás. É preciso pensar e agir para inovar mais rápido. Isso funciona em ciclos curtos, com soluções e feedbacks constantes.

 

6. Alavancar o poder da expertise coletiva

 

O Design Thinking incentiva equipes multidisciplinares a se unirem dentro da organização. Muitas vezes, as melhores ideias estão bem debaixo do seu nariz, você simplesmente não permitiu que as pessoas certas se unissem para que isso acontecesse.

 

7. Olhar a grande figura

 

O Design Thinking oferece a oportunidade de visualizar um problema de uma perspectiva diferente, com diferentes pontos de vista. Perguntar às mesmas pessoas e fazer a mesma coisa todos os dias não o encoraja a ver as coisas de maneira diferente. É preciso ver a grande figura.

 

Você precisa estar pronto para alguns desafios

 

Incorporar o design thinking à sua organização não é uma tarefa fácil. Se fosse fácil, todo mundo estaria fazendo isso, certo? Haverá desafios pela frente e por isso aqui estão algumas sugestões sobre as áreas em que você precisa agir.

 

Você pode precisar reorganizar todo o seu departamento de design

 

Você precisa definir parâmetros claros para os diferentes departamentos de design e colocar energia e esforço em tornar todo o cliente da organização focado.

 

Você precisa investir mais do que dinheiro

 

Isso não significa apenas alocar o orçamento sozinho ao Design Thinking e Customer Experience e, em seguida, se afastar. I sso significa promover uma cultura de inovação e experimentação em todo o negócio.

 

Mudar a cultura é difícil

 

A mudança cultural é um dos desafios de liderança mais difíceis. Isso porque a cultura de uma organização compreende um conjunto interligado de metas, papéis, processos, valores, práticas de comunicação, atitudes e suposições.

 

Ser mais empático abre as terminações nervosas para que possamos sentir o que é estar no lugar de outra pessoa, um pré-requisito para o design centrado no cliente. Precisamos ficar tão frustrados quanto os usuários/clientes, para que possamos entender melhor os pontos problemáticos.

 

A maioria dos funcionários considera o Design Thinking desconfortável

 

Para a maioria das pessoas, usar algumas das ferramentas e métodos que você pode aplicar no Design Thinking é desconfortável e confuso em comparação com a clareza dada por outras práticas anteriores, como construir código e testar os resultados. Cuidados devem ser tomados para apoiá-los com as ferramentas e técnicas certas, juntamente com tempo e espaço para praticar as idéias e métodos.

 

Design precisa de autoridade

 

O design do serviço precisa ser elevado ao quadro geral da empresa, com pelo menos um membro dessa área para cada reunião. Isso demonstrará como o projeto é levado a sério nos negócios.

 

Design Thinking não é apenas pensar

 

Design Thinking é na verdade menos sobre pensar e mais sobre fazer. Não é algo que você tem, é algo que você faz. Isso nem sempre é claro. Você precisa estar preparado para que sua equipe arregace as mangas e participe.

 

As empresas que pensam no design destacam-se em sua disposição de se engajar na tarefa de redesenhar continuamente seus negócios. Para criar avanços tanto em inovação quanto em eficiência, essa é a combinação que produz a vantagem competitiva mais poderosa. Vem mergulhar nos processos de design com a gente.

 

7 razões para utilizar o design thinking agora
Avalie esse post
Você pode também gostar