Está preso em um trabalho que não combina com você? Está pronto para uma mudança de carreira, mas não tem ideia do que mais você poderia fazer ou por onde começar? Ao abandonar as regras da carreira convencional, você aumentará radicalmente suas chances de encontrar algo que ama.

 

Se você está tentando descobrir como mudar de carreira, existem três desafios principais ou paradoxos que você vai encontrar.

 

1. É você que quer fazer uma mudança, mas também é você que é o seu maior obstáculo

 

Nas profundezas do desespero em relação ao trabalho, existem sinais de todos ao seu redor de que você não está no lugar certo. Talvez você se sinta envergonhado de falar sobre seu trabalho com outras pessoas em festas. Talvez você esteja petrificado por ter chegado aos 30, 40 ou 50 anos e não se sentir orgulhoso do trabalho que fez até então.

 

No dia-a-dia, você pode se sentir insensível, sem inspiração pelo trabalho e aparentemente preso em uma realidade do Dia da Marmota de acordar para a mesma história todas as manhãs. No entanto, ao mesmo tempo, você não tem ideia do que mais quer fazer (ou, se tiver, não sabe se essas ideias são viáveis) e não sabe por onde começar.

 

Se essa for a sua situação, você está cegado em sua visão do mundo do trabalho. Você pode ter visibilidade em nível de superfície de algumas outras carreiras, mas existem tantos campos e funções que estão completamente fora do seu radar e podem ser explorados.

 

Não fique com medo de receber um corte no salário, com medo do que sua família e amigos pensarão e com medo de perder o status que você trabalhou tanto para conseguir no seu mercado.

 

Estes não são obstáculos do mundo exterior, são obstáculos em você.

 

2. Você não consegue descobrir o que quer

 

Na maioria dos nossos empregos, somos pagos para pensar, resolver problemas, cumprir processos repetitivos e interagir com os outros. Por que, então, é tão difícil explorar novos caminhos?

 

Ler todos os livros de mudança de carreira que você pode colocar em suas mãos, vasculhar a internet em busca de orientação e fazer vários testes de personalidade pode não ser a solução.

 

A simples realidade é que, se a solução para a sua mudança de carreira fosse mais análise, ao fazer mais listas, ler mais livros, fazer mais testes ou simplesmente prestar atenção em tudo que está na sua mente, você já teria encontrado uma.

 

3. Você não encontrará um emprego procurando um

 

Os consultores de recrutamento podem ser seu primeiro recurso natural. Eles conversam animadamente sobre papéis com concorrentes ou outros cargos em organizações menores. Em pouco tempo de papo você vai sentir que é só mais do mesmo. Se você quer fazer algo radicalmente diferente, na maioria das vezes eles não podem te ajudar.

 

Você pode ter passado horas vasculhando sites de empregos e acabou se tornando mais infeliz vendo de novo e de novo que você não tem a experiência ou as habilidades que estão sendo solicitadas. Ou você pode ter enviado seu currículo para vagas em diferentes áreas, pensando que você pode pelo menos ter uma entrevista inicial. Mas nada.

 

Essas são todas as funções de um mercado de trabalho tradicional que não foi projetado para mudar de carreira. Você simplesmente não vai se juntar a outras pessoas com experiência e habilidades nos diferentes campos em que está interessado.

 

Como mudar de carreira

 

Existem soluções para cada paradoxo, mas provavelmente não são o que você pensa que são.

 

1. Faça com os outros, não sozinho

 

Sozinhos podemos fazer tão pouco. O maior desafio na mudança de carreira é a inércia. Querer mudar, mas não querer arriscar a segurança do trabalho que possui.

 

Surgem explosões de energia para fazer algo sobre sua carreira, seguidos por períodos em que você é arrastado de volta para a rotina, passando semanas ou meses e percebendo que nada mudou.

 

Você só vai começar a fazer progresso quando deliberadamente colocar os outros ao seu redor. Comece a procurar outras pessoas no seu círculo de amigos que também estejam na sua situação ou já tenham passado por isso. Saia com diferentes tipos de pessoas, participando de eventos de negócio, feiras ou até mesmo algo relacionado com aquele filme que você ama.

 

O efeito líquido são ideias diferentes, conexões diferentes e responsabilidade, todas as quais, finalmente, levam ao movimento para a frente.

 

Pense na sua mudança de carreira como uma expedição, não como uma viagem de um dia. Se você estivesse subindo para o acampamento base do Monte Everest, é possível que você fizesse sozinho, mas é muito mais provável que você vá com os outros colegas, um guia, uma equipe de apoio. Isso torna a jornada mais segura, mais rápida e divertida.

 

2. Aja, não descubra

 

Não fique preso à paralisia da análise.

 

É como se você estivesse em uma floresta e você tivesse várias pegadas na sua frente. Mas você está paralisado porque você não quer cometer erros. E o desafio é: se você não toma nenhum dos caminhos, você nunca vai sair da floresta. Se você pegar um deles, pode não ser o caminho certo inicialmente, mas você pode corrigir.

 

Quando começar a agir em vez de analisar, as coisas começam a mudar.

 

Você pode se matricular em cursos de interesses diversos. Pode participar de um dia de trabalho em outro setor, acompanhando algum profissional. Pode praticar suas habilidades em reuniões com outras pessoas de algum campo.  

 

Entre em mundos diferentes. Provoque ideias e cruze possibilidades ao invés de deixá-las como perguntas abertas em sua mente. Você não precisa deixar o seu trabalho atual para começar a fazer isso.

 

Se você ver um anúncio de emprego em um jornal, talvez nunca descubra sua conexão com a carreira. Isso só se concretiza ao conhecer a equipe, ver o ambiente e sentir a energia do local. Em suma, a ação precede a clareza, e não o contrário.

 

3. Procure pessoas, não empregos

 

As oportunidades não flutuam como nuvens no céu. Elas estão ligadas às pessoas. Se você está procurando por uma oportunidade, está, na verdade, procurando uma pessoa.

 

Sites de emprego, consultores de recrutamento, currículos e o Google têm seu uso na sua mudança de carreira. Mas eles não são o lugar para começar. Em vez disso, concentre-se em conectar-se com as pessoas.

 

O poder de estar na frente das pessoas é que você pode apresentar o todo sobre você, algo que um currículo simplesmente não pode fazer. Mais do que isso, essa abordagem significava evitar a filtragem implacável que acontece com os aplicativos de emprego convencionais.

 

Você pode não estar qualificado para trabalhar na carreira pela qual vai se apaixonar. Mas em uma entrevista direta com um membro, seu entusiasmo, determinação e vontade de aprender podem garantir a vaga.

 

Quais devem ser seus próximos passos

 

“Saber e não fazer ainda não é saber.” Este provérbio budista quer apenas dizer que fazer uma mudança de carreira não é fácil, mas é possível. Basta que você aja.

 

Isso não é apenas sobre sua carreira: é sobre a sua vida. É sobre como você se sente toda manhã,  é sobre como isso afeta sua saúde e seus relacionamentos e, em última análise, é sobre o impacto que você pode causar no mundo por estar ativo naquilo que faz.

 

As apostas são altas, mas elas são ainda mais altas se você não fizer nada sobre isso. Então, por favor, não leia este artigo e continue parado. Faça algo. E nos deixe saber se isso vingar.

 

Como mudar de carreira quando você não tem certeza do que está fazendo?
Avalie esse post
Você pode também gostar