Você se sente desmotivado todos os dias das 8h às 18h? Você vive apenas nos fins de semana e tem um medo perpétuo da chegada da segunda-feira?  Fica constantemente se perguntando se seria melhor fazer outra coisa? Se você respondeu sim a todas essas perguntas, você pode ser oficialmente diagnosticado com um caso de insatisfação profissional.

 

Não importa se você está seriamente preso ou apenas está enfrentando um torpor de verão, é difícil viver mais de 40 horas por semana quando não gostamos do trabalho. Por isso, aqui está um passo a passo para ajudar você a se libertar e seguir em frente com sua carreira, seja continuando na mesma ou seguindo para outra função.

 

Passo 1: avalie sua situação atual

 

Comece fazendo uma lista de coisas específicas em seu trabalho atual que você ama e odeia. Escrever “Eu odeio o meu trabalho” não é tão produtivo quanto escrever “Eu odeio mais da metade das minhas responsabilidades diárias, incluindo fazer chamadas de vendas.”

 

Isso vai ajudá-lo a se concentrar durante sua próxima busca de emprego. Abaixo, escreva os detalhes do que você está e não está procurando em um novo papel. Certifique-se de criar uma lista detalhada, incluindo: ambiente de trabalho, transporte, colegas de trabalho, gerente, horas, responsabilidades de trabalho e qualquer outra coisa que possa estar afetando seu desempenho.

 

Passo 2: lembre-se de suas conexões

 

Sua rede de contatos é parte integrante da mudança para um melhor cenário no trabalho e da pesquisa de novas oportunidades de emprego. Iniciar conversas e reuniões informais sem agenda (além de ter conversas interessantes com pessoas dentro e fora de sua organização, é claro) é a chave para construir relacionamentos profissionais significativos. E quando as oportunidades se encaixam, essas conexões provavelmente vão pensar em você primeiro.

 

Além disso, cultivar a sua rede permite que você descubra se uma determinada carreira não é para você. Falar diretamente com alguém nas trincheiras do dia-a-dia é a melhor maneira de aprender os prós e contras de um trabalho. Mais importante, se a realidade de suas tarefas se alinha com o cargo que você está procurando.

 

Passo 3: satisfaça suas paixões e interesses

 

“Faça o que você ama” é muito clichê. Para simplificar, explore atividades externas ao trabalho que façam você feliz. Se você gosta de artesanato, tente fazer aulas disso. Se você estiver interessado em design de sites, confira cursos para expandir seu conhecimento.

 

Seja um workshop estruturado, voltar à faculdade ou terminar um projeto DIY que você viu no Pinterest. Encoraje-se a se dedicar aos seus interesses para ajudar a estimular a criatividade. Ser criativo em outros aspectos da vida pode te ajudar a abordar sua carreira com uma mente aberta (e um portfólio mais completo).

 

Passo 4: crie um plano

 

O passo mais importante para ajudá-lo a trabalhar em uma rotina de carreira satisfatória é criar um plano de jogo gerenciável. Defina seus objetivos e mapeie como você pretende alcançá-los. Por exemplo, se você deseja buscar um emprego na otimização de mecanismos de pesquisa, seu plano pode se parecer com algo assim:

 

  • Identificar empresas e avaliar minha situação atual: tenho o conhecimento e as habilidades para me qualificar para cargos de marketing de SEO na empresa X? Quais são os meus obstáculos e como os removerei?
  • Atualizarei meu currículo e perfil do LinkedIn;
  • Começarei a acompanhar notícias do setor de SEO e buscarei por cursos de capacitação;
  • Enviarei e-mails para meus contatos que conhecem pessoas da empresa X e agendarei um horário para me encontrar com eles.
  • Me inscreverei para vagas na empresa X e também enviarei meu currículo diretamente para o gerente de marketing.

 

Sinta-se à vontade para criar um plano de jogo para cada novo papel ou empresa que você busca. Nem todos eles terão a mesma aparência. O objetivo é dividir uma tarefa maior, como obter uma oferta da empresa X ou conversar com seu gerente para mudar suas funções, em etapas mais fáceis de digerir.

 

Passo 5: consistência é a chave

 

Ficar focado em realizar seus objetivos é vital para sair da rotina desgastante de sua carreira. Uma boa maneira de começar a implementar o seu plano sem perder o ímpeto é escrever metas e agendar itens de ação diretamente no seu calendário, como se fosse um treino ou um happy hour.

 

Passo 6: comemore suas pequenas vitórias

 

Receber uma oferta para o seu emprego dos sonhos é o objetivo final, mas não se esqueça de celebrar os mini-objetivos ao longo do caminho! Lembre-se de que, embora encontrar sua carreira profissional dos sonhos possa levar duas semanas ou dois anos, pequenas realizações ao longo do caminho sempre merecem um tapinha nas costas.

 

Você está pronto para dar o próximo passo em sua carreira? Venha explorar os workshops disponíveis na Mastertech: design, marketing, negócios e tecnologia em cursos acessíveis para você!

 

Cansado de trabalhar? É possível voltar a amar sua carreira profissional
5 (100%) - 2 votos
Você pode também gostar